Loading...

Beleza

Pode parecer incrível, mas a partir dos 25 anos a pele começa a envelhecer. Este processo, iniciado de forma inevitável pelo nosso relógio biológico interno, pode acelerar-se devido aos maus hábitos e um estilo de vida pouco saudável.

Aqui poderá encontrar informações sobre os alimentos amigos da nossa pele, aqueles que deveremos incluir diariamente na nossa alimentação.

Porque envelhece a sua pele?

A alimentação tem um papel fundamental no desenvolvimento da pele e na capacidade para lutar contra o envelhecimento prematuro. A pele, como os outros órgãos do corpo, utiliza os nutrientes que recebe dos alimentos para proteger-se, recuperar-se e renovar-se, o que permite manter as células em perfeito estado.

Se os alimentos que ingerimos não fazem parte de uma dieta equilibrada e variada acelera-se o envelhecimento cutâneo, já que se originam duas reações químicas muito específicas no organismo: o stress oxidativo e a glicação.

 

O stress oxidativo

Produz-se quando os radicais livres atacam as membranas celulares da pele e o nosso corpo não dispõe dos suficientes antioxidantes para contrariar este ataque.

Este tipo de reacção provoca uma diminuição das proteínas responsáveis pela sustentabilidade da derme (colagénio e elastina) e da substância que dá volume e hidratação à pele (ácido hialurónico). O resultado é que cedo, manifestam-se os primeiros sinais de envelhecimento cutâneo: perda de elasticidade, flacidez e desidratação.

As células da pele degradam-se e morrem mais rápido do que se renovam. O resultado é o aparecimento das linhas de expressão e as rugas. Também, com o passar do tempo a pele torna-se mais sensível à luz UV, por isso as manchas cutâneas não tardam em aparecer.

O stress oxidativo surge principalmente quando consumimos em excesso carne vermelha, charcutaria e alimentos processados (contém elevadas quantidades de sal, elaboram-se com ingredientes refinados e são acrescentadas gorduras saturadas). Também se juntam a esta lista os alimentos fritos e tostados, o café e o álcool. Evite-os e rapidamente verá os resultados!

 

Glicação

É um fenómeno que tem lugar no organismo quando os açúcares que provêm da alimentação reaccionam com as proteínas da derme provocando uma desorganização entre as estruturas celulares. Infelizmente este processo não termina aqui! Também são criadas umas proteínas de grande dimensão terríveis para o corpo que são impossíveis de destruir e eliminar.

Com o tempo, estas enormes proteínas destroem as fibras de colagénio e elastina e produzem a perda de volume e densidade cutânea que posteriormente derivará nos traços visíveis como as rugas à superfície.

A glicação depende exclusivamente do tipo de alimentação que fazemos, logo para evitar os efeitos tão negativos que tem este fenómeno deve eliminar os produtos açucarados da sua dieta (pastelaria, refrigerantes, guloseimas, snacks…). Faça-o e vai notar como a sua pele brilha mais!

 

A solução: alimentação anti-idade para a sua pele

O primeiro passo para manter uma pele bonita durante mais tempo é lutar contra os radicais livres. Como viu, estas substâncias danificam a pele e evitam a sua regeneração, logo travá-los é fundamental.

Consuma alimentos crus e o mais colorido possível, como frutas, verduras e hortaliças, que estão cheias de antioxidantes. Os antioxidantes são substâncias protectoras que actuam para combater o envelhecimento. Apesar do corpo dispor dos seus próprios mecanismos para aliviar os efeitos nocivos dos radicais livres, necessitamos fornecer ao nosso corpo antioxidantes.

Também devemos consumir ácidos gordos polinsaturados: Omega 3 e Omega 6. Estes reforçam a camada hidrolipídica da epiderme, mantêm a elasticidade da pele e favorecem uma correcta hidratação. Introduza-os na dieta comendo peixe azul, azeite e frutos secos (nozes, avelãs, amêndoas …).

O segundo passo é atrasar o impacto provocado pelas proteínas resultantes da glicação sobre o nosso organismo. Para isso, não basta apenas eliminar o excesso de açúcar da dieta, mas também ter cuidado com o tipo de confeção que se faz. Evitar os cozinhados feitos a mais de 180 graus (fritos, assados ou tostados) e privilegiar os cozinhados ao vapor, microondas ou forno. No entanto, para um resultado mais visível sobre a pele da “dieta antiage”, quanto mais alimentos crus coma, ou o menos cozido possível, melhor!

Por último, não se esqueça de beber água! A água contém minerais que estimulam as fibras de colagénio e a elasticidade da derme e hidrata o interior do nosso corpo, por isso terá reflexo no exterior.

Agora já conhece como a alimentação pode ajudar a prevenir o envelhecimento prematuro da sua pele. Coloque-o em prática, é muito fácil.

EFECTUE O SEU LOGIN PARA TER ACESSO AOS SEUS DADOS NUTRICIONAIS

RECUPERAR A SUA INFORMAÇÃO?

TOP